Muralha! Uma conquista histórica! O legado Vitícola de Goiás, com um toque da alma Gaúcha.

mesadecentro.com.br

Mesa de Centro

início do conteúdo
Mesa de Centro

Muralha! Uma conquista histórica! O legado Vitícola de Goiás, com um toque da alma Gaúcha. Muralha insere Goiás no mapa dos melhores vinhos.

Mesa de centro, Dezembro 2017

Comemorando 10 anos de história, vinícola goiana Serra das Galés lança o Muralha, vinho fino do Cerrado com otimismo compartilhado entre Governo de Goiás, Dr. Sebastião Ferro, pioneiro no cultivo de uvas naquele estado e Profissionais da Serra Gaúcha.

ampliar fotos

Vinho Muralha é a combinação perfeita de uvas Syrah e Touriga Nacional, cultivadas em solo goiano, provando o potencial de Goiás na vitivinicultura

Goiás já conta com um novo vinho fino produzido em terras goianas. O verão quente, seco e com noites frias, semelhante às áreas mediterrâneas, faz com que as condições climáticas do estado de Goiás sejam propícias à produção de uvas e, consequentemente, de vinhos no estado.

Fruto da persistência e da coragem do pioneiro Dr. Sebastião Ferro, fortemente apoiado por profissionais da Serra Gaúcha, pela Embrapa Uva e Vinho de Jales/SP e pelo Governador Marconi Perillo, surge o primeiro vinho fino elaborado com as variedades Syrah e Touriga Nacional, recentemente lançado.

ampliar fotos

O governador Marconi Perillo abriu o Palácio das Esmeraldas, na noite da quarta-feira, dia 29, para o lançamento do vinho Muralha, o primeiro vinho fino tinto fabricado pela vinícola Serra das Galés, fundada na cidade de Paraúna em 2007. Marconi afirmou que, com o vinho Muralha, Goiás se insere definitivamente no mercado da produção de uva e de vinhos. “Com inovação e pesquisa é possível avançar muito mais. Nós, em Goiás, somos capazes de avançar em todas as áreas porque temos coragem e ousadia”, ressaltou.

Marconi classificou Sebastião Ferro como empresário com visão de futuro, que deixará um grande legado para as gerações mais novas. “Estou muito feliz e honrado por participar deste momento. Acompanhei desde o início a trajetória do senhor, e é uma alegria enxergar, na sua determinação e ousadia, a busca pelo crescimento de Goiás nessa área da vinificação”, disse, lembrando que a vinícola Serra das Galés produz 600 toneladas de uva por ano. O vinho Muralha foi produzido com as uvas Syrah e Touriga Nacional, trazidas da França e de Portugal, e cultivadas em solo goiano.

Sebastião Ferro agradeceu a Marconi por valorizar e acreditar no potencial do Estado para a vinificação, e por ter aberto as portas do Palácio das Esmeraldas para o lançamento do vinho Muralha. “Estamos muito gratos. Acreditamos que esse vinho vai fazer com que Goiás possa realmente apresentar um produto que vai desbravar Fronteiras. Um produto jamais pensado no Centro Oeste brasileiro”, sublinhou.

ampliar fotos
Valdir Cristofoli, Leticia Ferro, Rodrigo Formolo, Thais Bristot, Paulo Mognon e Flavio Novello
Valdir Cristofoli, Leticia Ferro, Rodrigo Formolo, Thais Bristot, Paulo Mognon e Flavio Novello

Dr. Sebastião Ferro destacou a importância do trabalho do enólogo Valdir Cristófoli, que partiu da Serra Gaúcha para Paraúna nos idos de 2007, levando na bagagem muita experiencia e conhecimento, “o que faz deste profissional, o mais preparado do Estado de Goiás, em uva, suco de uva e vinho, produzido em nossas terras”.

ampliar fotos

Ressaltou ainda que a história da parceria entre profissionais da Serra Gaúcha e seu sonho em se tornar uma referencia na produção de uvas e vinhos no Cerrado Brasileiro, iniciou com encontro onde ele e seu filho Julio Ferro, também médico, estiveram com o Sr. Paulo Mognon no Covendas, feira que ocorria na cidade de Goiânia no ano de 2004, que apartir deste encontro, viajou em companhia de sua esposa Dona Eula Pereira Ferro para à Serra Gaúcha e conheceu o potencial do setor vitivinicola gaúcho e “o sonho que parecia distante, começou a se tornar realidade”.

Paulo Mognon e Dr. Sebatião Ferro

ampliar fotos

O enólogo convidado Flávio Novelo, disse que as uvas do Muralha foram cultivadas com a mais alta tecnologia. “Acredito muito nessa região. O Muralha tem aroma de frutas maduras e de baunilha. Aconselharia a todos os meus amigos a tomar esse vinho”, avaliou.

ampliar fotos

Prefeito de Paraúna, Paulo José Martins ressaltou que o município se orgulha de “um produto com características do nosso povo e da nossa terra. Tenho certeza de que esse produto vai nos levar muito além das divisas do nosso Estado”.

O vinho é a materialização de uma nova aposta no cenário nacional. intenso, elegante, equilibrado, maduro e impressionante. Essas são as principais características do Muralha, que chega para agradar aos mais exigentes e aguçados paladares que apreciam vinhos distintos pelo simples fato de ampliar suas experiencias.

Valdir Cristófoli, enólogo responsável pela elaboração do Muralha e Sócio da Vinícola Serra das Galés destaca: “Não tinhamos histórico de produção das variedades Touriga Nacional e Syrah no clima do Cerrado. Estamos produzindo e felizmente deu certo. A qualidade do produto nos surpreendeu. Enviamos para a Serra Gaúcha, para uma avaliação sensorial e foi muito bem conceituado, impressionando inclusive os profissionais de lá que estiveram presentes”.

Enólogos Jorge Cerodio (Portugal) e Valdir Cristófoli (Vinícola Serra das Galés), Dr. Sebastião Ferro e Sr. Alverne Passos Barbosa

ampliar fotos

Goiás e a Vitivinicultura

ampliar fotos

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o estado de Goiás tem condições climáticas propícias à produção de uvas de alta qualidade no período de estiagem e abundância de água para a irrigação dos vinhedos. Outro ponto positivo é que em Goiás não há frio suficiente para induzir a hibernação da videira, o que possibilita duas colheitas ao ano. Além disso, as condições climáticas encontradas no estado são as mesmas necessárias para fazer grandes safras em regiões tradicionalmente produtoras, como o Chile, a Argentina e a Califórnia.

Confira as características do Vinho Muralha e conheça os especialistas que participaram da avaliação.

ampliar fotos

Características e informações sobre vindima e elaboração


Variedades: Syrah 60% – Touriga Nacional 40%
Vindima: Julho/16
Brix: 24
Amplitude Térmica: 10º a 12º C
Álcool: 12,8% Vol
Maceração: Uvas resfriadas a 8º C antes do esmagamento, remontagens de três a quatro vezes ao dia.
Fermentação: 24º C
Madeira: Sete meses armazenado em Barril, 90% carvalho francês de primeiro uso, médio tostado, e 20% em barril americano de primeiro uso, médio tostado.
Garrafa: Armazenado durante 6 meses

Profissionais que avaliaram o Vinho Muralha

Ismar Pasini

ampliar fotos

“Intenso, frutas maduras, límpido, carvalho bem dosado e equilibrado, lembra
vinhos australianos”.

Escolhido melhor enólogo do ano de 2008 pela Associação Brasileira de
Enologia, em atividade há mais de 40 anos, Ismar Passini é produtor de uvas
finas na fronteira com o Uruguai e atua como Diretor Executivo da Cooperativa
São João, na Serra Gaúcha.

Hélio Buffon

ampliar fotos

“Excelente quanto aos aromas, carvalho muito equilibrado, taninos maduros,
expectativa de aromas ainda mais impressionantes, pois ainda não se abriram
totalmente”.


Enólogo há 40 anos, Hélio Buffon é empresário e sócio da Amazon Group,
principal empresa fornecedora de insumos para vitivinicultura brasileira, com
amplo conhecimento em produtos e tecnologias aplicadas a elaboração dos
principais vinhos nacionais.

Flávio Novello

ampliar fotos

“Excelente vinho, de muita qualidade e taninos macios. Possui excelente características como limpidez e intensidade, muito boa persistência e um vinho pronto para o consumo”


Enólogo há 25 anos, empresário, produtor de uvas viníferas em Santana do Livramento, fronteira do Brasil com Uruguai, Flávio Novello possui experiência na elaboração de vinhos finos para empresas nacionais e multinacionais.

Rodrigo Formolo

ampliar fotos

“Ótimo vinho, o equilíbrio das variedades utilizadas no corte impressiona pois não se sobrepõem entre si, produzindo uma harmonia perfeita entre as castas utilizadas”.


Engenheiro agrônomo pela Universidade Federal de Pelotas-RS, Rodrigo Formolo é ligado a vitivinicultura da Serra Gaúcha, mestre em Produção Vegetal pela Universidade Estadual de Santa Catarina, tendo estagiado em Bologna, na Itália.

Vanderlei Bonato

ampliar fotos

“Um ótimo vinho, daqueles que se tem o desejo de abrir mais uma garrafa, com amigos e acompanhado de um prato que possua personalidade e certa untuosidade, impressionante”.


Empresário ligado ao setor vitivinícola da Serra Gaúcha e um enófilo profundo apreciador de vinhos, Vanderlei Bonato possui relacionamento com inúmeras vinícolas da Serra Gaúcha, o que lhe permitiu acompanhar a evolução do vinho no Brasil.

Outras matérias

final do conteúdo